terça-feira, 12 de junho de 2012

MANISFESTO DE INDIGNAÇÃO

Manifesto



Este manifesto e dedicado aos policiais e Bombeiros do Brasil, estes valorosos homens que sempre promoveram a segurança com o risco da própria vida, estes heróis foram expulsos por estarem reivindicando um melhor reconhecimento pecuniário, que é o seu direito, sobretudo respeito e dignidade.




O que vimos é que os verdadeiros heróis da sociedade que estão sempre arriscando em prol da sociedade, são sempre tratados como marginais pelo governo e pela mídia.

“O desejo humano de melhorias das suas condições de existência nos acompanha desde quando o homem se constituiu enquanto homem, ou seja, desde sua aparição na terra.”

Faço uma pergunta: Se nós somos necessários, por que somos tão desvalorizados?

Antes de tudo, a nossa sociedade tem que compreender que somos profissionais regidos por um regulamento ultrapassado que não condiz com a nossa realidade que hoje é democrática e impede que possamos ter regras estabelecidas para poder cobrar nossos direitos, assim como diversas categorias.

O que temos é que o artigo 142 da constituição veta o direito de greve, ou seja, não podemos reivindicar, pois se o assim fizermos seremos perseguidos, responderemos processo e poderemos até ser expulsos da nossa honrosa instituição, a qual lutamos para entrar, e damos nosso sangue para proteger, mais não somos reconhecido nem por ela e nem pelo governo.

Não podemos esquecer que um dos princípios fundamentais da nossa Constituição, no artigo 1º, inciso III diz que devemos ter respeito à dignidade da pessoa humana, afinal nós policiais e bombeiros não somos humanos, e este não poder ser submetido ao Estado quando o mesmo trata a todos nós com indignidade, isso fica claro quando nós não somos bem remunerados para mantermos nossas famílias.

O que queremos e mostrar o quanto estamos cansados de sermos manipulados de quatro em quatro anos e depois ficarmos amordaçados, pois para o governo somos apenas massa de manobra, só servimos de plataforma política, para eleger candidatos que simplesmente se tornam pulha depois de eleitos, esquecendo completamente que os elegeu, passando a pensar exclusivamente em seus bolsos.

Até o presente momento aqui em Brasília, estamos resistindo em tomar qualquer decisão, pois sabemos que a população que depende de nossos serviços seria a única que seria prejudicada. Mas diante da arrogância e da insensibilidade do Governo do Distrito Federal, que insiste em tentar enganar homens de famílias que estão apenas querendo ser respeitados e pedindo que o governador honrasse as suas propostas quando da eleição.

Nós, policiais e bombeiros militares somos profissionais da área de segurança pública, mais não somos reconhecidos pelo governo que simplesmente nos tratas como pulhas.

Com tudo o que está acontecendo no Brasil e em Brasília, chego a conclusão que há algo er­rado no nosso país, com uma nação que quer uma cadeira na ONU, trata seus policiais e bombeiros militares como escravos.

Não podemos compreender como um Governo que diz que é democrático e expulsa policiais e Bombeiro militares, por simplesmente lutarem por dignidade e um reconhecimento pecuniário, a própria Constituição Federal diz que como trabalhador nós temos direitos, mais o que vemos é que para o Governo não temos qualquer direito. O Estado deve entender e compreender que o policial e o bombeiro militar possuem direita à dignidade humana que lhe é assegurada.

O que vemos hoje, é que o policial e o bombeiro militar são tratados como antigamente, onde os senhores de engenhos tratavam seus escravos com o chicote na mão (hoje o chicote é o RDE), e inadmissível que pais de famílias, por simplesmente estar lutando por melhores salários sejam tratados sem direito a ampla defesa.

Às vezes me pergunto onde vamos parar? Não podemos negar que o policial e bombeiro militar é antes de tudo um assalariado e como tal tem seus direitos que é de se expressar e de reivindicar melhores condições de trabalho. Apesar de nossa constituição vedar aos militares a greve e a sindicalização.

Hoje é vergonhoso num país que diz que há democracia, expulsar e abandonar militares sem salários, sem dignidade, o que vemos são companheiros que batalharam por honra, dignidade e lealdade, eles um dia acreditaram num país que todos diziam ser democrático, onde todos têm direitos iguais, mais não no Brasil onde vemos que os policiais e bombeiros militares são a única classe trabalhadora que não tem direito algum, o que podemos aprender com isso que está acontecendo nas policiais e bombeiros militares do Brasil?

Há de se aprender que temos que ter união, pois somente assim poderemos tirar o chicote da mão dos senhores de engenho. Onde poderemos fazer isso, no Congresso Nacional, com leis que possam proteger também trabalhadores policiais e bombeiros militares.

Hoje vemos a corrupção andar junto com a política brasileira, será que ninguém está vendo isso, será que ninguém quer mudar o que está errado, temos que fazer alguma coisa.

Não podemos aceitar que oligarquias familiares de políticos vivam incrustadas na nossa democracia, vemos pais passando o poder para os filhos, que aprendem com os pais a ser também corruptos, desde pequenos são ensinados que no Brasil corrupto não vai para a prisão e também não devolve o que foi desviado, temos que dar um basta nisto, temos que aprender a fazer uma faxina no Congresso Nacional, mudando todos, não votando nos políticos que lá se encontram, temos que mudar tudo, colocar gente nova, que saibam valorizar e reconhecer para quem trabalha, o Povo Brasileiro, por isso peço que aprendam a reconhecer os fanfarrões, pois eles repetem sempre o mesmo discurso de quatro em quatro anos.

É para isso que serve a consciência política, o povo brasileiro tem que fazer alguma coisa, insisto que não fiquem parados vendo o que está acontecendo neste país, é uma vergonha mundial saber que o BRASIL é reconhecido mundialmente pelo PAÍS da CORRUPÇÃO.

Conclamo aos amigos policiais e bombeiros militares do meu BRASIL que ajudemos aos companheiros que foram expulsos por lutarem por uma policia e bombeiro melhor o que peço e que não fiquemos de braços cruzados vendo um companheiro passando necessidades.

Temos que unirmos as Policias e os Bombeiros Militares deste Brasil por um ideal, lutar bravamente por dignidade, para ter reconhecimento, respeito, pois neste país que se diz democrático, não podemos dizer nada, somos tratados como meros escravos, não é possível que isso continue, temos que batalhar por um país melhor, por uma policia e bombeiro militar melhor, não podemos ficar parados na história, temos que mostrar união por tudo o que estamos passando neste país, onde a corrupção anda solta, serelepe e faceira.

O nosso país caminha a passos largos, uma nação que arrecada bilhões de dólares todos os anos, o que vemos é que a renda é muito mal distribuída, o nosso Brasil é considerando um país que esta avançando no mundo, deixando de ser um emergente, mais o que vemos é que a renda é mal distribuída, ela acaba se perdendo muito na corrupção.

E hoje não a como se indignar diante de tamanha covardia, essa é a principal causa de indignação entre os policiais e bombeiro do Brasil, onde vemos todos os dias corruptos soltos, e trabalhadores que lutam por dignidade expulsos de seus empregos que eles sempre honraram, enquanto se noticiam as fraudes dos governos e das empresas, a população sofre com a falta de medicamentos, médicos, leitos e demais coisas que o nosso governo deveria tratar, e o engraçado é que eles dizem que estão fazendo o necessário para melhorar o atendimento público.



Só para não esquecer:

Lei nº 3.353, de 13 de maio de 1888.



Declara extinta a escravidão no Brasil.



A princesa Imperial, Regente em Nome de Sua Majestade o Imperador o Senhor D. Pedro li, faz saber a todos os súditos do Império que a Assembléia Geral Decretou e Ela sancionou a Lei seguinte:



Art. 1º É declarada extinta desde a data desta Lei a escravidão no Brasil.



Art. 2º Revogam-se as disposições em contrário.



Manda, portanto a todas as autoridades a quem o conhecimento e execução da referida Lei pertencer, que a cumpram e façam cumprir e guardar tão inteiramente como nela se contém.

O Secretário de Estado dos Negócios d'Agricultura, Comércio e Obras Públicas e Interinas dos Negócios Estrangeiros, Bacharel Rodrigo Augusto da Silva, do Conselho de Sua Majestade o Imperador, o faça imprimir, publicar e correr.



67º da Independência e do Império.



a)   Princesa Imperial Regente



Rodrigo A. da Silva

Carta de Lei, pela qual Vossa Alteza Imperial Manda executar o Decreto da Assembléia Geral que Houve por bem sancionar declarando extinta a escravidão no Brasil, como nela se declara.



Para Vossa Alteza Imperial ver.

A Lei Áurea foi assinada em 13 de maio de 1888 pela Princesa Isabel do Brasil e o Conselheiro Rodrigo Augusto da Silva extinguindo a escravidão no Brasil. Será que ela acabou?



Consciência Política PM&BM

AJUDE OS POLICIAIS E BOMBEIROS MILITARES EXCLUÍDOS DO RIO DE JANEIRO COM UM DEPOSITO NA CONTA ABAIXO:

6 comentários:

  1. Olha cara você tem que tirar esse blog do ar, é complicado você ficar botando idéia na cabeça de pm e bm deixa disso, os cara não são inteligentes, eles gostam de ser massa de manobra, então porque ficar botando idéia na cabeça dos caras, então é só um conselho, só isso, ok, posso contar com a sua colaboração?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. consciencia politica pm/bm13 de junho de 2012 08:11

      caro companheiro isso e impossivel, haja visto nao ter medo de ameaças.

      Excluir
  2. SGT Jorge Henrique14 de junho de 2012 05:32

    Estamos tentando colocar aqui no Rio este pensamento é um pouco complicado, mais vamos tentar, sei que aqui podemos colocar até 4 deputados federais no congresso, basta todos aqui batalhar para isso acontecer.

    ResponderExcluir
  3. Aqui em Minas é complicado, mais já estamos caminhando para conseguir eleger deputados estaduais, agora vamos começar a pensar em 2014.

    ResponderExcluir
  4. Aqui em Brasília estamos com uma briga interna no movimento Unificado, estão todos querendo uma vaga, mais ainda vamos decidir em quem votar, temos três possibilidades, mais estamos ainda tentando compreender o que está acontecendo, mais vamos escolher 3 para a câmara Legislativa e 2 para a Câmara Federal.

    ResponderExcluir
  5. SGT Medeiros Lopes14 de junho de 2012 12:15

    Todos devemos seguir juntos nessa hora.Aqui na PMERJ por exemplo temos de colocar pelo menos 4 deputados federais em 2014.
    não podemos deixar essa luta não podemos ser perdedores.O que aprendemos é que uma batalha só se termina quando há vitória.E só podemos ganhar algo se conseguirmos eleger uma bancada forte no congresso nacional.Só assim podemos lutar pela pec 300.juntos somos fortes.pmerj rf.

    ResponderExcluir

- Nosso blog tem o maior prazer em publicar seus comentários. Reserva-se, entretanto, no direito de rejeitar textos com linguagem ofensiva ou obscena, com palavras de baixo calão, com acusações sem provas, com preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com a legislação nacional.
- O comentário precisa ter relação com a postagem.
- Comentários anônimos ou com nomes fantasiosos poderão ser deletados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores e não refletem a opinião deste blog.